Faça um cadastro gratuito e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do site:
E-mail  
Senha
Homepage

Cadastro

O Professor

Cursos e Agenda

Palestras

Notícias

Comentários do Professor

Material do Professor

Artigos

Vídeos

OAB

Concursos Públicos

Bibliografia Indicada

Legislação

Motivação

DJ Leone Pereira

Galeria de Fotos

Sites Indicados

"O mais importante da vida não é a situação em que estamos, mas a direção para a qual nos movemos. "
(Oliver Wendell Holmes)


Siga o Professor
Leone Pereira

Palestras

Grupo de vigilantes dispensados sem justa causa em Campinas receberá verbas trabalhistas

http://www.csjt.jus.br/


A vice-presidente judicial do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (Campinas/SP), desembargadora Tereza Aparecida Asta Gemignani, mediou, na tarde desta terça-feira (15/10), um acordo entre a empresa Esquadra - Transporte de Valores e Segurança e um grupo de vinte e dois empregados que foram dispensados imotivadamente. Além dos trabalhadores, compareceram à audiência os representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Serviços de carro-forte, guarda, transporte de valores e escolta armada. 
 
Para pôr fim ao conflito coletivo, a empresa se comprometeu a pagar aos trabalhadores dispensados sem justa causa verbas rescisórias, FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) não depositado e respectiva multa de 40%, multa do artigo 477 da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), além de horas extras. A empresa também se comprometeu a homologar as rescisões no sindicato da categoria profissional, além de entregar as guias TRCT (Termo de Rescisão de Contrato de Trabalho) e CD (Comunicado de Dispensa), para levantamento do FGTS e habilitação ao programa de seguro-desemprego. No caso de descumprimento ou atraso no pagamento, foi pactuada cláusula penal de 50%.
 
"Cumprimento os advogados, dirigentes sindicais e os trabalhadores presentes a esse ato, pelo empenho e boa vontade demonstrados, que possibilitaram a obtenção de resultados positivos nesta audiência", fez consignar a desembargadora Tereza Asta na ata de audiência. Também participaram da conciliação a juíza auxiliar da Vice-Presidência Judicial do TRT 15, Daniela Macia Ferraz Gianini, o assessor econômico do Tribunal, Roberto Koga, e a procuradora do trabalho Renata Cristina Piaia Petrocino.

Fonte: TRT da 15ª Região (Campinas/ SP)


[ retornar ]

® 2020 Professor Leone Pereira - Todos os direitos reservados Desenvolvido por InWeb Internet