Faça um cadastro gratuito e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do site:
E-mail  
Senha
Homepage

Cadastro

O Professor

Cursos e Agenda

Palestras

Notícias

Comentários do Professor

Material do Professor

Artigos

Vídeos

OAB

Concursos Públicos

Bibliografia Indicada

Legislação

Motivação

DJ Leone Pereira

Galeria de Fotos

Sites Indicados

"O eu sabemos fazer aprendemos fazendo. "
(Aristóteles)


Siga o Professor
Leone Pereira

Notícias

Renapsi firma TAC e vai cumprir Cota de PcD

http://www.prt10.mpt.mp.br/ - (11/02/2019)


A Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração (Renapsi) firmou Termo de Compromisso de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público do Trabalho no Distrito Federal (MPT-DF), representado pela procuradora Ana Maria Villa Real Ferreira Ramos, comprometendo-se a cumprir a Cota Legal de Pessoas com Deficiência (PcD).

O Compromisso garante o respeito à Lei nº 8213/91, que estabelece o percentual mínimo para empresas de até 200 empregados (2%); de 201 a 500 (3%); de 501 a 1.000 (4%) e de 1.000 em diante (5%). A instituição garantiu que vai distribuir proporcionalmente as contratações entre seus estabelecimentos. O TAC tem abrangência nacional.

Os processos seletivos serão precedidos de divulgação de vagas e seleção acessível a todos os tipos de deficiência. Não serão computados na base de cálculo os aprendizes da Renapsi.

A procuradora Ana Maria Villa Real celebra o ajuste e reforça que o MPT tem como objetivo fazer cumprir a Cota Legal, mas também garantir a inclusão social e profissional da pessoa com deficiência. “Ninguém pode ser considerado inapto a nenhum trabalho, profissão, serviço ou tarefa. A deficiência não é um obstáculo inerente à pessoa, mas uma interação entre a pessoa, as barreiras existentes e a sociedade em que está inserida, num dado momento”, justifica.

Além de o cumprimento da Cota Legal, a Renapsi garantiu ampla acessibilidade em seu meio ambiente de trabalho, adotando os parâmetros da “adaptação razoável” e do “desenho universal”, bem como incluindo em seus cursos e treinamentos, os direitos das pessoas com deficiência, as normas de acessibilidade e procedimentos de apoio e convivência. Também, vai editar norma interna sobre valorização da diversidade, inclusão e do respeito nas relações interpessoais, com disposições sobre PcD.

A Renapsi deve comprovar as contratações em até 60 dias, encaminhando o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), com a anotação da CTPS das pessoas com deficiência. A obrigação é de comprovar, pelo menos uma vez por ano, que a Cota está sendo respeitada.

Os cursos e a norma interna devem ser implementados em 120 dias. A multa por descumprimento é de R$ 1 mil por item.

TAC nº 08/2019


  Imprimir esta notícia

[ retornar ]

® 2019 Professor Leone Pereira - Todos os direitos reservados Desenvolvido por InWeb Internet