Faça um cadastro gratuito e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do site:
E-mail  
Senha
Homepage

Cadastro

O Professor

Cursos e Agenda

Palestras

Notícias

Comentários do Professor

Material do Professor

Artigos

Vídeos

OAB

Concursos Públicos

Bibliografia Indicada

Legislação

Motivação

DJ Leone Pereira

Galeria de Fotos

Sites Indicados

"O segredo está em como você faz as coisas e isso depende sempre de como você as vê. Quando você está sereno, lúcido, a vida trabalha a seu favor, oferecendo-lhe momentos de prazer e bem-estar. "
(Zíbia Gasparetto)


Siga o Professor
Leone Pereira

Notícias

Ministério do Trabalho anuncia inclusão das baianas de acarajé na CBO

Fonte: http://www.trabalho.gov.br/ (publicada em 14/07/2017)


O anúncio oficial foi feito pelo secretário executivo do Ministério do Trabalho, na tarde desta sexta (14), em Salvador


O Ministério do Trabalho anunciou, na tarde desta sexta (14), oficialmente, a inclusão das baianas de acarajé na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO). O anúncio foi feito pelo secretário executivo do Ministério, Antônio Correia, na sede da Superintendência Regional do Trabalho da Bahia (SRT-BA).

Segundo o secretário executivo, a inclusão da ocupação das baianas de acarajé foi feita no sistema CBO e já está disponível para consulta. Veja aqui. “Para nós, é uma satisfação e alegria anunciar, formalmente, depois de todos os esforços realizados pelo Governo Federal, o reconhecimento oficial da atividade das baianas de acarajé, promovendo a dignidade do trabalho desempenhado por essas mulheres e homens há anos", disse Correia.

De acordo com estimativa da Associação das Baianas de Acarajé, Mingau e Receptivo da Bahia (Abam), essa inclusão beneficiará cerca de 3.500 profissionais apenas na capital baiana. Desde 2005, as baianas são reconhecidas como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil pelo Iphan.

Com a inclusão da profissão na CBO, as baianas de acarajé passam a assumir a identidade profissional ao realizar cadastros formais para tirar documentos como RG e passaporte, ou se cadastrar como microempreendedor individual, além de ter o reconhecimento dos acidentes e doenças que podem ocorrer em decorrência das atividades laborais. A inclusão também facilitará a criação de cursos de especialização para essas profissionais.

A superintendente do Trabalho no estado, Gerta Schultz, ressaltou que "é uma honra para a Superintendência sediar o ato que anuncia uma conquista para as baianas que, além de simbolizarem o sincretismo cultural, contribuem com seu trabalho para a geração de renda e atração do turismo para a Bahia".

O evento também contou com a presença do deputado federal Benito Gama; da secretária municipal de Políticas Públicas para Mulheres, Infância e Juventude, Taíssa Gama, e do chefe da Inspeção do Trabalho da Bahia, Flávio Nunes.


  Imprimir esta notícia

[ retornar ]

® 2017 Professor Leone Pereira - Todos os direitos reservados Desenvolvido por InWeb Internet