MPT-RJ cria Força-Tarefa para apurar causas e consequências do incêndio no CT do Flamengo

http://www.prt1.mpt.mp.br/ - (08/02/2019)


Incêndio ocorreu na madrugada de sexta-feira e deixou 10 vítimas fatais

O Ministério Público do Trabalho no Rio de Janeiro (MPT-RJ) criou uma Força-Tarefa para apurar as causas e consequências do incêndio que ocorreu no Centro de Treinamento Presidente George Helal, do Clube de Regatas Flamengo, em Vargem Grande.

A tragédia aconteceu na madrugada desta sexta-feira, 8 de fevereiro, e deixou 10 vítimas fatais, entre elas, menores de idade, atletas das categorias de base do clube, e funcionários do local. Três adolescentes, um em estado grave, estão internados.

A força tarefa será coordenada pela procuradora do MPT-RJ, Danielle Cramer. Outros quatro procuradores também farão parte do grupo: Juliane Mombelli, Maria Vitória Sussekind Rocha, Tiago Oliveira de Arruda e Virgínia Leite Henrique.

Os procuradores são integrantes do Núcleo de Combate à Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescentes e do Núcleo de Defesa do Meio Ambiente de Trabalho.



Notícia impressa do site Professor Leone Pereira
Acesse: www.professorleonepereira.com.br